Please reload

PROCURE POR TAGS: 

Please reload

POSTS RECENTES: 

SIGA

BATE PAPO EMPREENDEDOR COM AIMÉE RISSI

Olá!

Hoje tenho a honra de receber para nosso bate papo uma parceira e amiga, super profissional, Aimée Rissi. Ela fez Faculdade de Geografia e Licenciatura. É professora e geógrafa por formação, mas (ainda) não exerceu estas profissões. Atualmente, sua história profissional gira em torno da conciliação de 2 trabalhos: é funcionária técnico-administrativa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) desde novembro de 2011 e Personal Organizer desde 2018. Isso mesmo, ela concilia o mercado formal e sua veia empreendedora e vai contar um pouco de sua história aqui para vocês...

Vamos lá...

 

 

Aimée, seja muito bem vinda!

 

1. Quem te inspirou a fazer o que você faz hoje?

Aimée: Eu me inscrevi no primeiro curso de Formação de Personal Organizer motivada pelos programas que assistia da Micaela Góes, o Santa Ajuda. Mas o que definiu minha decisão como Personal Organizer, foi a minha instrutora e primeira mentora Ana Avelar. Ela é uma profissional apaixonada pela Organização e já no primeiro dia de sua aula, desejei trabalhar com a Organização. Ela foi a minha grande inspiração. E à medida que a gente vai se especializando, conhecendo outros profissionais, o leque de inspirações aumenta, sabe? Conheci pessoas incríveis e mega competentes, que sabem onde querem chegar e que me ajudam a crescer como profissional. A Coach de Organização e Produtividade e minha segunda mentora, Priscilla Caminha (do Amo Organizar), o parceiro de trabalho Raoni Luna (do Cerebrando Cursos) e as parceiras Personal Organizers Bianca Salgado e Deborah Costa e desejo que a Organização me traga muito mais profissionais pelos quais me inspire.

 

2. O que significa organização para você? E qual a importância dela no seu negócio?

Aimée: A Organização é simplesmente o Meu Negócio!!! É tudo, a essência do que faço.

Não faço nada sem me organizar e levá-la aos que estão próximos a mim.

 

3. Você acredita que toda pessoa pode ser empreendedora?

Aimée: Com certeza!!! Você pode perfeitamente ter a essência empreendedora mesmo não tendo um empreendimento, sendo empregado. Nada me impede de levar o empreendedorismo que exerço como Personal Organizer nas minhas funções que exerço na UERJ. Por quê não?

 

4. Como surgiu a ideia de ser um empreendedor? Como seus negócios começaram? Você pensou muito tempo antes de começar? Fez planejamento?

Aimée: Meu trabalho como Personal Organizer surgiu por conta de problemas com o meu emprego. No ano de 2017, ocorreu uma crise político-financeira do Estado do Rio de Janeiro quando fiquei 3 meses sem receber meu salário. Com isso, foi necessário buscar uma segunda fonte de renda. Em uma conversa com meu marido no fim do ano de 2017, resolvemos buscar um segundo trabalho. E em janeiro de 2018 fiz meu primeiro curso de formação de Personal Organizer e me apaixonei pela área no primeiro dia de aula. Eu não tenho certeza se conseguirei me aposentar pela UERJ (por conta dos problemas financeiros), mas desde o primeiro dia de aula do curso tive a certeza absoluta de que trabalharia como Personal Organizer por longos anos a frente. E me aposentar como tal, quem sabe? O que a princípio me atraiu por conta da estabilidade (a UERJ), me trouxe a instabilidade a qual me levou a buscar outro trabalho. Quem diria... A vida nos traz umas viradas muito interessantes...

Não me planejei muito para iniciar meu trabalho como Personal Organizer. Mas já planejo minha aposentadoria através da organização. Foi um investimento que já deu certo!!!

 

5. Como é a sua rotina de trabalho hoje?

Aimée: Eu concílio o trabalho formal na UERJ com a de Personal Organizer. Após meu expediente lá, exerço as Consultorias e Projetos de Organização. E o trabalho de organização também é feito aos sábados, domingos e feriados, dependendo da disponibilidade de agendas tanto minha quanto a do cliente.

 

6. O que lhe dá mais prazer no processo de empreender? O que te torna criativo?

Aimée: Saber que não estou sozinha apesar do empreendimento que criei ser de uma pessoa só. Ter parceiros de trabalho e projetos me ajuda demais e abre muitas portas inclusive. Dividir as conquistas, os momentos bons e ruins é maravilhoso!!! Aliviar a carga de responsabilidades, de trabalho, de desafios com pessoas que estão passando pelas mesmas coisas que você, não tem preço!!! O que me faz ser criativa é a necessidade de crescer no meu trabalho. Nunca me vi criativa, mas tenho aprendido a ser com o tempo.

 

7. Você estabelece metas? Qual a importância delas no processo de realização?

Aimée: Com certeza. Não posso deixar de fazer meu planejamento, pois com tantas atividades, as metas são minhas referências do que preciso fazer e onde quero chegar.

 

8. Como você identifica oportunidade?

Aimée: Tendo disposição para ouvir o próximo, seja o parceiro ou o cliente e tentar entender a demanda trazida até a mim. Refletir com muito carinho e respeito, respeitando sempre as demandas que aparecem. 

 

9. Já pensou em desistir? Como lida com o fracasso?

Aimée: Engraçado que sempre me vi uma pessoa medrosa, mas depois que me vi Personal Organizer, não passa pela minha cabeça esta hipótese... Defini para mim que me aposentarei exercendo esta profissão.

Entretanto, não é fácil lidar com o fracasso. Quando acontece, paro um pouco para lembrar das coisas boas que vem acontecendo em minha vida até aqui e tento aprender a lição de cada desafio, de cada perda. Oro a Deus pedindo direção em como proceder e peço que me ensine com as circunstâncias ruins. Ele sempre mostra o caminho.

 

10. E o que te motiva a seguir em frente, a continuar desenvolvendo o seu lado criativo e autêntico? Qual a sua missão?

Aimée: O que me motiva a seguir com a organização são dois fatores. O primeiro é o fato de que a organização pode realmente mudar a vida de uma pessoa, quando ela está disposta a isso. Saber que posso ser um instrumento de mudança e melhoria na vida de alguém, me move. O segundo motivo é que de fato eu me encontrei na organização. Na verdade, eu me profissionalizei com a área que sempre fez parte de mim. Não me vejo empreendendo em outra coisa.

Minha missão é "Levar a melhoria da qualidade de vida através da organização a todos quanto desejarem".

 

11. Qual conselho você daria para os empreendedores que desejam vencer em 2019? 

Aimée: Eu acredito que dar um conselho apenas ficaria muito pouco, até porque a lista é grande. Entretanto deixarei 2 mais importantes para mim e para o trabalho que venho fazendo:

1) O empreendimento que escolher deve te realizar. Deverá valer à pena todo sacrifício e esforço, pois você trabalhará muito mais que no mercado formal.

2) O segundo conselho é: Não tenha pressa!!! A partir do teu pontapé inicial, muitas oportunidades surgirão ao longo do caminho. Entretanto, você precisará ter muita paciência e persistência. Se você tiver foco, conseguirá enxergar as portas que surgirão em teu negócio. É só não ter pressa de crescer, de ter sucesso, de ganhar muito dinheiro, de expandir nem de deixar o mercado formal.

 

Super dica! Gratidão Aimée por compartilhar com a gente um pouca de sua trajetória. Sucesso sempre!

 

Ah, e você, fique ligadinho aqui, pois todo mês estarei recebendo profissionais empreendedores que irão compartilhar um pouco de suas histórias e dar dicas 'para lá de' especiais para quem deseja se inspirar e alcançar o sucesso nesta árdua jornada do empreendedorismo.

 

Beijinhos...

Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle

Entre em Contato

Para agendar uma visita, contratar consultoria, coaching ou saber sobre cursos, treinamentos e palestras entre em contato.

 

E-mail: ao.consultoriaetreinamentos@gmail.com

Telefone: (21) 97003-2438

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

© 2015 por Priscilla Caminha. Orgulhosamente criado por Amo Organizar. Direitos Reservados.