Please reload

PROCURE POR TAGS: 

Please reload

POSTS RECENTES: 

SIGA

COMO ORGANIZAR A PRODUÇÃO DE CONTEÚDO DA SUA MARCA

A organização da produção de conteúdo é mais do que simplesmente se decidir por uma série de assuntos que devem ser abordados ao produzir conteúdo.

Para ser eficaz, a produção deve estar alinhada com a estratégia de marketing de conteúdo e com a estratégia da própria marca.

 

A sua linha de produção também deve levar em consideração os seguintes pontos:

• O tipo de conteúdo que será relevante para sua audiência ao longo da jornada do comprador;

• Como produzir esse conteúdo da forma mais eficiente possível;

• Como analisar os resultados.

 

Podemos dizer que a sua produção de conteúdo é sua estratégia de marketing de conteúdo em ação. Agora vamos resumir os passos necessários para organizar a produção de conteúdo da sua marca.

 

Defina seu Modelo

 

Comece pensando pelo modelo de maneira mais abrangente que possa garantir a consistência em todo seu processo de marketing de conteúdo.

 

A pirâmide de marketing de conteúdo, por exemplo, oferece uma maneira de obter alinhamento entre seus objetivos organizacionais, os temas de marketing que os apoiam e as estratégias específicas de conteúdo que serão implementadas para atingir esses objetivos.

 

Adotar um modelo assim vai te ajudar a:

• Organizar seus esforços de conteúdo e pensar em metas e prioridades específicas; • Melhorar sua produção de conteúdo, ajudando você a entender quais os recursos necessários e disponíveis com antecedência;

• Manter um fluxo constante e consistente de conteúdo que regularmente direciona diferentes personas em diferentes estágios.

 

Elabore sua Estratégia

 

A pirâmide de marketing de conteúdo fornece um roteiro para a implementação de sua estratégia e ajuda você a entender os tipos e as quantidades de conteúdo que você deve produzir.

 

No topo da pirâmide você tem o conteúdo principal - conteúdo original que envolve pesquisa e um estudo profundo. O conteúdo principal ocupa apenas uma pequena parte do seu conteúdo total, mas é altamente valioso. No meio da pirâmide você tem níveis separados de ativos:

 

• Artigos longos em blog;

• Infográficos, apresentações e slides.

 

Esses ativos formam uma parte importante do seu conteúdo. Quando você oferece um mix de conteúdo, você também está lidando com as necessidades exclusivas da sua audiência, permitindo que você alcance um público mais amplo. Finalmente, na parte inferior da pirâmide de conteúdo, você tem o tipo de conteúdo mais curto e instantâneo.

 

Este tipo de conteúdo inclui:

• Posts em redes sociais;

• Newsletters;

• Participação em grupos.

 

Todo tipo de conteúdo mais dinâmico que sirva para envolver seu público e manter a visibilidade da sua marca.

 

Depois de avaliar seus ativos atuais, você pode começar a pensar em como estruturar seus esforços na criação de conteúdo - por onde começar, o que produzir e como reagir rapidamente quando for preciso.

 

Você pode começar a pensar seu conteúdo pelo topo da pirâmide e depois criar conteúdo mais simples ou começar com ideias mais simples até desenvolver algo mais complexo.

 

As escolhas que você faz sobre o modelo de pirâmide de conteúdo formarão sua estratégia geral de marketing de conteúdo. Quando sua estratégia já estiver definida, é hora de seguir em frente para criar seus fluxos de trabalho que garantirão o bom funcionamento.

 

Crie seu Fluxo de Trabalho

 

A definição de fluxos de trabalho para a produção de conteúdo pode ser segmentada em quatro etapas. Quando temos uma equipe, é nesse momento que esclarecemos os papéis dos envolvidos na produção de cada tipo de conteúdo, em várias tarefas e subtarefas, bem como no próprio processo.

 

Esse fluxo de trabalho é o que vai te dar a visão de todas as partes envolvidas no processo de produção. Isso permite que todos saibam em que estágio do processo o conteúdo está e o que é exigido de cada um. Deve servir como um mapa para acompanhar o processo de produção e identificar gargalos.

 

Claro que, muito provavelmente, você é o responsável total e único da sua produção de conteúdo. Porém, é importante ter essa documentação para saber em que momento você pode precisar de um redator ou designer para te ajudar.

 

Etapa 1: Defina as Funções

O primeiro passo para projetar seu fluxo de trabalho é decidir quem participará da produção de conteúdo. Pessoas que poderiam estar envolvidas na produção de uma peça de conteúdo são:

• Estrategista

• Redator

• Designer Gráfico

• Web Designer

 

Quem você vai contratar e quando, depende do seu planejamento de conteúdo.

 

Etapa 2: Defina as Tarefas

Divida a produção de qualquer tipo de conteúdo em tarefas e subtarefas. Em seguida, identifique quais papéis serão envolvidos na produção e em qual estágio. Certifique-se de definir cada tarefa e subtarefa da forma mais clara possível para reduzir a confusão e minimizar o desperdício de tempo. Prepare suas diretrizes de qualidade, checklists, requisitos legais e compartilhe-os com sua equipe para que eles tenham uma compreensão clara do que é necessário para concluir com êxito uma tarefa.

 

Etapa 3: Defina o Fluxo

O fluxo da produção de conteúdo é a sequência na qual as tarefas e subtarefas serão executadas, juntamente com as definições de tempo necessário para cada tarefa. O fluxo é geralmente definido pelas seguintes fases:

1. Planejamento;

2. Criação;

3. Distribuição;

4. Acompanhamento.

 

Algumas práticas recomendadas para ter em mente quando definir seu fluxo são:

• Defina prazos claros em todas as fases

• Notifique todas as partes envolvidas

• Certifique-se de que todos saibam qual seu papel

• Desenvolva um mapa visível e bem estruturado de todo o fluxo de trabalho para que todas as partes saibam onde estão e o que precisam fazer a seguir

 

Etapa 4: Use Ferramentas

As ferramentas são um componente essencial para qualquer fluxo de trabalho de marketing de conteúdo, mas você deve encontrar a combinação certa de ferramentas que funcionam para você. Existem muitas ferramentas boas que podem ajudá-lo em cada uma das fases. Desde o desenvolvimento de sua estratégia, a organização do fluxo de trabalho, a criação e otimização do conteúdo e a avaliação do desempenho.

 

Não corra para adotar uma determinada ferramenta antes de testá-la completamente.

 

Exemplos de ferramentas são:

1. Planejamento - Trello;

2. Criação - Canva;

3. Distribuição - WordPress e Buffer;

4. Acompanhamento - Planilhas.

 

Conclusão

 

Esse foi um resumo para te ajudar a organizar a produção do conteúdo da sua marca. Você pode perceber que a base dessa estrutura é o modelo que você vai seguir. Ou seja, você vai criar ebooks? Vai criar postagens de redes sociais? Blogs?

 

Assim que você terá em mente quais tipos de conteúdo e em quais quantidades você precisará criar.

 

O fluxo de trabalho é o que vai determinar sua organização. Ele é auxiliado pelo uso de várias ferramentas e seu sucesso é determinado pelo cumprimento dos objetivos definidos pelas métricas que você optou por acompanhar.

 

Para ter sucesso, a produção de conteúdo precisa incluir todas essas etapas de alguma forma.

 

Como um conselho final, lembre-se de que, ao criar e implementar seu fluxo de trabalho, você não deve esquecer de revisar sua estratégia e modelo regularmente para encontrar elementos fracos que precisam ser corrigidos ou lapidados.

 

Gostou? Compartilha com seus amigos e clientes ;) e me segue lá no Instagram @cristianethiel

Please reload

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle

Entre em Contato

Para agendar uma visita, contratar consultoria, coaching ou saber sobre cursos, treinamentos e palestras entre em contato.

 

E-mail: ao.consultoriaetreinamentos@gmail.com

Telefone: (21) 97003-2438

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

© 2015 por Priscilla Caminha. Orgulhosamente criado por Amo Organizar. Direitos Reservados.