A IMPORTÂNCIA DO DESAPEGO


Como você definiria a possibilidade de desapego na sua vida?

Hoje, este tema tem sido muito falado nas mídias sociais, em matérias de jornal, na TV, entre profissionais de organização e até por pessoas que não trabalham com isso, mas que desejam uma vida mais prática, simples e objetiva. Porém, me pergunto constantemente até onde toda essa evidência tem verdadeiramente nos influenciado e nos feito entender o real sentido da ação, porque da palavra creio eu, todos sabemos (de qualquer forma, vale ressaltar).


Hoje, quero refletir sobre o assunto. Sim, fazer com que entendamos os benefícios que uma vida onde o menos é mais pode nos proporcionar.


De que adianta se desfazer de coisas, esvaziar a casa, o closet, os armários, se em nossa mente este conceito não possui qualquer valor, se nossa vontade real é ter, ter mais, mais ainda? A mudança, como sempre digo, precisa começar de dentro para fora.


O consumismo precisa deixar de ser essencial. Valorizar a praticidade, os bons momentos, viver... Sim, precisamos deixar de valorizar o ter, para apreciar e entender o ser.

PARA TUDO!!! Isso, pare agora por um instante e se pergunte: Consigo viver de forma minimalista? Porque e para que eu preciso de mais? Onde está minha real felicidade?


Não há nada melhor do que chegar em casa e encontrar um ambiente calmo e aconchegante. Um local que nos proporcione prazer, relaxamento, tranquilidade, paz. Encontrar em nossa rotina “maluca” praticidade e economia (de tempo, de valores, de atitudes). Saber que o acúmulo de coisas desnecessárias já não te atrapalha, já não sobrecarrega seu dia a dia.


Muito mais que um simples conceito, é um estilo de vida! E você o escolhe, pura e simplesmente por uma questão de qualidade. O minimalismo é sinônimo de desapegar-se de coisas vazias, dando valor ao prático, ao conforto e à organização.

É um fato. Tudo o que fazemos e nos tornamos é resultado de uma escolha, de um processo, de uma atitude. Para agir, precisamos estar cientes do que queremos para nós. Você consegue identificar o que quer para você hoje? E no futuro? Quando você pensa no minimalismo, imagina apenas tratar-se de viver com o necessário. Porém, qual é o seu necessário? Você precisa se conhecer, conhecer suas necessidades, suas limitações, seus anseios. E após este autoconhecimento, assumir um estilo para viver mais feliz. É mais do que agir, é sentir esta mudança começando, como já dito no inicio deste post, de dentro para fora.


Afinal, conforme diz Fernando Pessoa "se coisas boas se vão é para que coisas melhores possam vir. Esqueça o passado, desapego é o segredo!"


Que tal? Vamos?


Beijinhos...

#organização #organizaçãomental #minimalismo #qualidadedevida

Entre em Contato

Para agendar uma visita, contratar mentoria, consultoria ou saber sobre cursos, treinamentos e palestras entre em contato.

 

E-mail: ao.consultoriaetreinamentos@gmail.com

Telefone: (21) 97003-2438

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

© 2015 por Priscilla Caminha. Direitos Reservados.